Biblioteca Municipal recebe a exposição de arte do Prof. AC Barro

Voiced by Amazon Polly

“A alegria da vida entre cores” marca a primeira exposição do artista na Biblioteca Pública Municipal de Londrina, com abertura neste dia 29 de junho a partir das 19 horas. Antonio Carlos Barro é também escritor, professor, pastor e fundador da Faculdade Teológica Sul Americana. Transita entre a arte e a teologia, como quem reconhece Deus em todas as manifestações da vida.

“Arte e teologia tem uma sintonia muito grande, pois a arte remete ao Criador e a teologia é a reflexão sobre Deus e o seu agir no mundo, especialmente na natureza por ele criada. Quero com a minha arte que as pessoas pensem em Deus como o criador de todas as cores e como essas cores alegram a vida.” AC Barro

A vida e a perspectiva das cores

Sua Exposição de Pintura Abstrata, reflete sobre o tema da vida pela perspectiva das cores. Trata-se de um olhar em duas direções. A primeira refere-se ao ensino da própria natureza para as suas criaturas. Algumas cores contribuem para a camuflagem, outras para o alarde sobre atenção e perigo, outras ainda para a sedução e o encantamento; enfim a vida engloba os aprendizados da sobrevivência por meio das cores.

A segunda direção das cores diz respeito às competências e habilidades que cada criatura assume para o poder de criar, imaginar e compor sua performance estética. As cores embelezam, enfeitam e constroem novas matizes da vida. Muitas vezes, as cores decifram a busca pelo sentido da vida, da verdade e da felicidade. Na arte de compor a vida, cada criatura assume as cores que dão sentido à perfeição.

“As cores, quando se encontram, decidem por elas mesmas formar outras cores” AC Barro

A prática de pintura abstrata proporcionou a AC Barro compreender o fascínio que vai além das cores conhecidas. O tema A Alegria da Vida entre Cores apresenta reflexões sobre sentimentos, possibilidades e essencialidades dos elementos do ser humano interagindo com a perfeição da criação. Cada quadro é um exercício de transcendência, uma abstração para entender a alegria. Os nomes dados aos quadros colaboram para a compreensão da felicidade, do amor, do tempo, do caminho e da beleza. E, como trata-se de pintura abstrata, o autor direciona para a imaginação de cada um, ao afirmar: “Para mim, o abstrato é fascinante porque remete os meus pensamentos para a beleza do Criador e do universo criado com tanta perfeição. As cores, quando se encontram, decidem por elas mesmas formar outras cores. Ali está o fascínio da arte abstrata”.

Exposição aberta na Biblioteca Pública

A exposição terá o lançamento no dia 29 de junho, às 19h, no salão de eventos da Biblioteca Pública Municipal (Centro de Londrina) e permanecerá até o dia 30 de julho de 2022. A entrada é franca e será exibida em todo o período de funcionamento da biblioteca.