César Belieny

César Belieny é um músico talentoso que vem construindo uma carreira de sucesso. Mas, acima de tudo, é um homem que busca a direção de Deus e encontrou na FTSA as ferramentas “para crescimento tanto na arte de compor, como na arte de compartilhar a boa notícia do Evangelho e o serviço na Missão Integral ao Reino de Deus”, como ele destaca.
Conheça um pouco mais sobre a sua vida e ministério.


César Belieny, nome artístico de Júlio César de Lima Machado é um Cantor, Compositor, Arranjador, Produtor Musical, Escritor e Teólogo. Líder de louvor e adoração na comunidade Cristã Vineyard do Rio de Janeiro. Casado com Camila Barreira, pai de Julie e Maria Luisa.

Foi na sua primeira banda denominada BANDA BELFORD que teve um encontro com o contrabaixo. Instrumento com o qual ficava fascinado em ver os irmãos LAURO FARÍAS (O’Rappa) e BINO FARÍAS (Cidade Negra) tocando, e depois abriria as portas para o mercado da música como instrumentista. Em 1992, ao lado de grandes músicos ganha profundidade como instrumentista e se descobre apto para desenvolver a junção entre boas poesias e belas melodias com harmonias simplificadas que marcariam sua forma de compor, eis que surge: O César Belieny compositor.

Em 1997, foi convidado pelos vocalistas NINO RAP e EDDI MC a integrar o grupo que, mais tarde, se tornaria responsável pelo seu 1º álbum autoral, 2º da banda (Sony Music – 1999). Com banda NOCAUTE encontrou o ritmo e a poesia do rap, que caracterizou uma marca nas composições, possibilitando um melhor passeio na métrica do seu canto. Um “Power trio” com a baterista Andrea Wolff e o guitarrista Ed Esteves mais os scratches de DJ Roque, a banda ganha consistência em seu groove de baixo estabelecendo as bases rap/rock para as rimas. O 3º álbum da banda, o CD PIRATA (Sony Music – 2001), foi indicado como Melhor álbum Rap/Hip Hop da America Latina, no Latin Grammy Awards / 2002, levando à cerimônia no Kodak Theater em Los Angeles / Califórnia.

Paralelo a esse cenário, surgia o descompromissado encontro de amigos músicos em uma casa noturna na zona sul do Rio de janeiro. Era um caldeirão de influencias com DJ Negralha, Wellington Soares, Valtinho A.C, Felipe Rodarte formando o ELETROSAMBA. A ascensão meteórica da banda possibilitou por em prática algo que sempre foi um anseio: O César Belieny interprete.

Com a difusão nas redes sociais, o Eletrosamba se tornou uma realidade nos bailes cariocas, atingindo a incrível marca de 300 shows em dois anos. Indicados como banda revelação ao Premio MultiShow de Música Brasileira/2004 pelo voto popular, com turnê de 17 shows em Londres na Selfridge Festival, a autenticidade do som fez o apelo dos fãs por um registro daquela mistura. Queriam levar o show pra casa. Surgiu, então, o 1º álbum do ELETROSAMBA (Sony Music – 2004).

Nos anos seguintes, participa cantando e com composições em álbuns como: com Gilberto Gil Black soul Black, canção de Cesar Belieny com BEBETO o “rei do swing” (2010); DVD ao vivo Pra balançar do “Professor” BEBETO (MZA – 2005) com hip hop “A Profecia” emendada à participação na canção Segura Nêga; música Cria gravada por MARIA RITA no álbum Samba Meu (Warner Chappell 2006) e no álbum “O Tempo e a Música” de ARTHUR MAIA (Biscoito Fino – 2011) indicado ao Grammy Latino 2011 faz participa em dobradinha com MARTINÁLIA na faixa que dá nome ao álbum.

Em 2010, o álbum CONVERGÊNCIA Vol. 1 tem sua gênese nas canções não gravadas da demanda de intérpretes que procuravam sua editora. Surge a percepção do conteúdo espiritualizado das letras e da influência do que o autor intitula como “Música do Bem”. O princípio inclusivo da música que age como agente propagador de tolerância e conciliação. Uma expressão de fé que se traduz em entretenimento, mas que no mesmo viés oferece reflexão. A desmistificação de uma divindade punitiva e o conceito que converge na desnecessária tentativa de barganhar favores por conta de comportamentos exemplares.

MINISTÉRIO E FORMAÇÃO ACADÊMICA

A CONVERGÊNCIA se torna o estopim de um conceito. Mais que música, uma prática constante de viver o privilégio de quem foi amado primeiro por Deus em Cristo e que não vive mais sob o domínio da cobiça. Mas entende o sagrado desejo da partilha, do partir do pão. Uma incessante busca por pontos comuns do convívio em Amor.
Depois de uma experiência transcendente começa perceber a necessidade de um embasamento teológico para transmitir tudo àquilo que transbordava nele. Partiu em busca de mentores, mergulhou nas escrituras e foi atrás das referências bibliográficas que pudessem corroborar para tal descoberta: Deus me amou em Cristo. Eu sou livre!

Finalmente o entendimento da Graça e o fim da equivocada espiritualidade de causa e efeito, obrigações e bênçãos, transgressões e maldição, dos ritos que até então imperavam dão lugar a boa notícia do Evangelho sem méritos e deméritos, trazendo a paz do Caminho no exercício do privilégio de se tornar, a semelhança de Jesus, o melhor correspondente desse Amor que nos amou primeiro.

Sua sede por conhecimento o conduz a um seminário empírico com o Pr. Walter Junior e durante três anos passa a se deslocar 140 km para aprender mais a respeito desse Deus paternal revelado por Cristo Jesus. Em 2003, passa a congregar na Primeira Igreja Batista em Cosmorama, Edson Passos / RJ com Pr. Vladimir Oliveira. Casa-se em 2006 com Camila e depois de um sonho, no qual o Senhor o chama a pastorear ele passa a congregar na Vineyard Rio com o Pr. Luciano Manga. Em 2011 a Vineyard Rio faz uma parceria com FTSA – Faculdade Teológica Sul Americana e ingressa no Curso de Bacharelado em Teologia, o qual fora concluído em 2015 e validado pelo MEC em 2016.

“Sempre fui reticente a estudar Teologia de forma acadêmica, pois em minha ingenuidade achava que tal formação poderia de alguma forma vir a me engessar teologicamente, ou mesmo, me moldar numa perspectiva religiosa que pudesse limitar o meu horizonte na ilimitada Graça que me alcançara. Entretanto, encontrei na FTSA um corpo docente que não somente desmitificou esse suposto engessamento, como também abriu novas possibilidades no aprofundamento da temática e trouxe um senso crítico ainda mais apurado para avaliar as heresias contemporâneas da atual realidade dos que professam a fé cristã, vindo a assumir e desempenhar um sacerdócio apologético necessário aos nossos dias. Didáticas e dialéticas enriquecedoras na grade das disciplinas trouxeram reflexão e crescimento na minha jornada me preparando em todas as esferas existenciais, tanto na arte de compor, como na arte de compartilhar a boa notícia do Evangelho e o serviço na Missão Integral ao Reino de Deus.”

O texto enviado por César faz parte de sua Biografia no Wikipédia, onde você pode ler, na íntegra, sua Biografia e conferir títulos de álbuns e link para canções.