Política de privacidade

LEI GERAL DE PROTEÇÃO DE DADOS

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE

Nos tempos atuais, a privacidade é considerada um dos direitos fundamentais do ser humano, a ponto de que inúmeros países começaram a pensar em formas de proteção e garantia deste direito. Por esta razão, a Constituição Federal assegura que a vida privada é inviolável (art. 5º, inc. X).

Inviolável é a qualidade daquilo que deve ser mantido sob segredo, o que não pode ser divulgado e nem revelado. Deve ser protegido, e a nossa Constituição colocou como cláusula pétrea (ou seja, que não pode ser removida em nenhuma hipótese), a inviolabilidade da privacidade.

Inspirado em experiências da União Europeia, e também da necessidade de modernização da legislação interna, o Brasil aprovou em 2018 a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que dentre os seus artigos traz o dever de que as empresas se adequem para proteger os dados pessoais de seus clientes e funcionários, evitando casos de vazamentos e utilizações indevidas.

Ciente do compromisso assumido com os nossos alunos, a Associação Cristã Evangélica Sul Americana (ACESA). mantenedora da Faculdade Teológica Sul Americana, está se adaptando à nova legislação. E para que possamos dar maior segurança aos seus dados pessoais foi criado um Comitê Gestor de Proteção de Dados, que iniciou uma auditoria interna para identificar quais dados pessoais são coletados e tratados, durante a vigência do contrato e também do prazo exigido pela lei.

A LGPD adota, entre outros termos, as seguintes definições importantes:

  • Dado pessoal: informação relacionada a pessoa natural identificada ou identificável;
  • Dado pessoal sensível: dado pessoal sobre origem racial ou étnica, convicção religiosa, opinião política, filiação a sindicato ou a organização de caráter religioso, filosófico ou político, dado referente à saúde ou à vida sexual, dado genético ou biométrico, quando vinculado a uma pessoa natural;
  • Dado anonimizado: dado relativo à titular que não possa ser identificado, considerando a utilização de meios técnicos razoáveis e disponíveis na ocasião de seu tratamento;
  • Banco de dados: conjunto estruturado de dados pessoais, estabelecido em um ou em vários locais, em suporte eletrônico ou físico;
  • Titular: pessoa natural a quem se referem os dados pessoais que são objeto de tratamento;
  • Controlador: pessoa natural ou jurídica, de direito público ou privado, a quem competem as decisões referentes ao tratamento de dados pessoais;
  • Operador: pessoa natural ou jurídica, de direito público ou privado, que realiza o tratamento de dados pessoais em nome do controlador;
  • Agentes de tratamento: o controlador e o operador;
  • Tratamento: toda operação realizada com dados pessoais, como as que se referem a coleta, produção, recepção, classificação, utilização, acesso, reprodução, transmissão, distribuição, processamento, arquivamento, armazenamento, eliminação, avaliação ou controle da informação, modificação, comunicação, transferência, difusão ou extração;
  • Anonimização: utilização de meios técnicos razoáveis e disponíveis no momento do tratamento, por meio dos quais um dado perde a possibilidade de associação, direta ou indireta, a um indivíduo;
  • Consentimento: manifestação livre, informada e inequívoca pela qual o titular concorda com o tratamento de seus dados pessoais para uma finalidade determinada.

Dentre as diversas bases legais de tratamento, que permitem a utilização dos dados pessoais, está inserido o consentimento do titular, a necessidade de cumprimento de obrigação legal, ou ainda quando necessário para a execução de contrato celebrado entre as partes.

Assim, a Associação Cristã Evangélica Sul Americana (ACESA), mantenedora da Faculdade Teológica Sul Americana, informa que, os dados pessoais serão tratados por estas bases, bem como os titulares serão comunicados quanto à possibilidade de aplicar o consentimento nas demais hipóteses, especialmente nos casos em que houver o compartilhamento dos dados com outras empresas e parceiros, em que seja fundamental para a execução das obrigações assumidas.

Também estamos comunicando aos nossos fornecedores e parceiros para que possam adequar os seus negócios à política nacional de segurança da informação e proteção dos dados, em especial àqueles que possuem acesso ao nosso banco de dados.

Você pode obter mais informações sobre a aplicação da LGPD no âmbito da ACESA/FTSA, ou ainda saber quais são os dados pessoais objeto de tratamento, encaminhando uma solicitação para o nosso Encarregado de Proteção de Dados: Rafael Sposito - lgpd@ftsa.edu.br – (43) 03371-0200

QUER SABER MAIS?

Clique nos arquivos e links a seguir para ficar por dentro de todos os detalhes sobre a LGPD.

LGPD - Lei 13709 de 14 de Agosto de 2018

.

Se você deseja conhecer os detalhes e a profundidade da LGPD, clique no link abaixo. Trata-se do Serviço Federal de Processamentos de Dados, órgão que orienta sobre os processos dos dados.

SERPRO e a LGPD

.

O QUE A EXTENSÃO-FTSA COLETA E O PORQUÊ?

Quais dados pessoais coletamos?

Comentários:

Quando os visitantes deixam comentários no site, coletamos os dados mostrados no formulário de comentários, além do endereço de IP e de dados do navegador do visitante, para auxiliar na detecção de spam.

Uma sequência anonimizada de caracteres criada a partir do seu e-mail (também chamada de hash) poderá ser enviada para o Gravatar para verificar se você usa o serviço.

Depois da aprovação do seu comentário, a foto do seu perfil fica visível publicamente junto de seu comentário.

Mídia

Se você envia imagens para o site, evite enviar as que contenham dados de localização incorporados (EXIF GPS). Visitantes podem baixar estas imagens do site e extrair delas seus dados de localização. No momento, a Extensão não utiliza esta ferramenta de localização.

Formulários de contato

Cookies

Ao deixar um comentário no site, você poderá optar por salvar seu nome, e-mail e site nos cookies. Isso visa seu conforto, assim você não precisará preencher seus dados novamente quando fizer outro comentário. Estes cookies duram um ano.

Se você tem uma conta e acessa este site, um cookie temporário será criado para determinar se seu navegador aceita cookies. Ele não contém nenhum dado pessoal e será descartado quando você fechar seu navegador.

Quando você acessa sua conta no site, também criamos vários cookies para salvar os dados da sua conta e suas escolhas de exibição de tela. Cookies de login são mantidos por dois dias e cookies de opções de tela por um ano. Se você selecionar "Lembrar-me", seu acesso será mantido por duas semanas. Se você se desconectar da sua conta, os cookies de login serão removidos.

Se você editar ou publicar um artigo, um cookie adicional será salvo no seu navegador. Este cookie não inclui nenhum dado pessoal e simplesmente indica o ID do post referente ao artigo que você acabou de editar. Ele expira depois de 1 dia.

Mídia incorporada de outros sites

Artigos neste site podem incluir conteúdo incorporado como, por exemplo, vídeos, imagens, artigos, etc. Conteúdos incorporados de outros sites se comportam exatamente da mesma forma como se o visitante estivesse visitando o outro site.

Estes sites podem coletar dados sobre você, usar cookies, incorporar rastreamento adicional de terceiros e monitorar sua interação com este conteúdo incorporado, incluindo sua interação com o conteúdo incorporado se você tem uma conta e está conectado com o site.

Análises

Se você deixar um comentário, tanto ele como os seus metadados são conservados indefinidamente. Fazemos isso para que seja possível reconhecer e aprovar automaticamente qualquer comentário posterior ao invés de retê-lo para moderação.

Para usuários que se registram no nosso site (se houver), também guardamos as informações pessoais que fornecem no seu perfil de usuário. Todos os usuários podem ver, editar ou excluir suas informações pessoais a qualquer momento (só não é possível alterar o seu nome de usuário [username]). Os administradores de sites também podem ver e editar estas informações.

Quais são os seus direitos sobre os seus dados

Se você tiver uma conta neste site ou se tiver deixado comentários, pode solicitar um arquivo exportado dos dados pessoais que mantemos sobre você, inclusive quaisquer dados que nos tenha fornecido. Também pode solicitar que removamos qualquer dado pessoal que mantemos sobre você. Isto não inclui nenhuns dados que somos obrigados a manter para propósitos administrativos, legais ou de segurança.

.

Você pode obter mais informações sobre a aplicação da LGPD no âmbito da ACESA/FTSA, ou ainda saber quais são os dados pessoais objeto de tratamento, encaminhando uma solicitação para o nosso Encarregado de Proteção de Dados: Rafael Sposito - lgpd@ftsa.edu.br – (43) 03371-0200

Este WebSite usa cookies e analisa sua experiência de navegação.