Em sua última atuação, o Grupo 3º Ato planejou um dia especial na Comunidade Caingangue, localizada no Salto do Apucaraninha. Logo pela manhã, os jovens estudantes de Teologia Presencial da FTSA, se prepararam para oferecer uma programação diferenciada e divertida, principalmente para atrair a atenção das crianças indígenas que não falam português. E conseguiram!

Dezenas de crianças e adolescentes chegaram muito antes do horário programado. Logo pareciam bem integrados, participando de todas as atividades com alegria. “Brincamos com as crianças, cantamos algumas músicas e apresentamos a peça. Como a maioria não nos entendia, o pastor Gabriel traduziu toda a programação”, contou Doris Wolf, uma das integrantes do grupo que leva cultura, dança, arte e mensagens bíblicas por aí afora.

Pr. Gabriel também é aluno de Teologia na Faculdade Teológica Sul Americana e tem sob seus cuidados um grupo de cristãos entre os caingangues. A Terra Indígena do Apucaraninha, onde está situada a aldeia, ocupa a porção sudoeste do Município de Londrina, sendo limitada ao norte pelo Rio Apucaraninha. Segundo dados do IBGE, são mais de 1.700 habitantes; uma população que ainda mantém muito dos costumes e tradições indígenas.

Depois de falarem do amor de Deus, os integrantes do 3º Ato também distribuíram guloseimas aos pequenos e, encerraram o dia na cachoeira da hidrelétrica do Apucaraninha. “Tivemos um tempo especial de comunhão e celebração pela alegria do trabalho realizado. Fizemos um gostoso lanche no alto da cachoeira”, destacou Doris.

Saiba mais sobre o Grupo 3º Ato >>