fbpx
 
 

O sociólogo polonês Zygmunt Bauman (1925-2017) foi quem cunhou a expressão “tempos líquidos” para se referir ao estado da modernidade tal como ela se apresenta no século XXI. Enquanto alguns acreditam que vivenciamos uma “pós-modernidade”, Bauman defendia que ainda vivemos na modernidade, porém em seu estado líquido. Não temos mais as mesmas certezas, segurança e confiança, seja no indivíduo, seja na humanidade e no progresso do mundo tal como se viu na modernidade no século XIX, mas que começou a entrar em colapso ao longo do século XX.

A FTSA – Faculdade Teológica Sul Americana e o Núcleo de Londrina do CPPC - Corpo de Psicólogos e Psiquiatras Cristãos realizam o Ciclo de Palestras 2019. As palestras agendadas abordarão temas que promovem o diálogo entre teologia e psicologia e serão apresentados por professores da FTSA, psicólogos do CPPC e outros convidados.

No dia 15 de maio, a Faculdade Teológica Sul Americana recebe o grupo artístico mais antigo da UEL, o Coral de Vozes sob a regência do maestro, professor e pastor Dênis do Amaral, pós-graduado da FTSA.