fbpx
 
 

A FTSA recebeu, esta semana, a visita de Estevan Kirschner, Mark Carpenter e Daniel Faria. Eles são os responsáveis pelo projeto de tradução do texto bíblico da NVT - Nova Versão Transformadora.

Depois do lançamento oficial no dia 31 de outubro em São Paulo, Londrina foi a primeira cidade a realizar o evento. Um privilégio para quem esteve presente.

Mark Carpenter, mestre em Literatura pela USP e presidente da Editora Mundo Cristão, disse que há no Brasil espaço para uma nova tradução fiel às línguas originais (hebraico, aramaico e grego) e com fluência na língua portuguesa como é falada hoje no Brasil. “A Nova Versão Transformadora veio para ocupar esse espaço. Para quem não conhece a Bíblia, é um ótimo começo. E, para quem acha que já conhece a Bíblia, a NVT provocará novos insights. É uma versão que resgata o prazer na leitura da Bíblia Sagrada, graças à cuidadosa escolha de palavras no português contemporâneo que expressam com a máxima fidelidade os textos escritos em suas línguas originais”.

Daniel Faria, editor de Bíblias da Editora, afirmou que o objetivo não é substituir as traduções já existentes no Brasil, mas, que é possível conviver com todas elas.  Mostrou como foi planejado e executado todo processo de tradução da NVT, além de esclarecer ao público as diferentes formas de tradução existentes. “O resultado é um texto que transmite a verdade bíblica com clareza e fidelidade, revelando o papel transformador da Palavra de Deus. Foi projetada para atender às exigências de diversos perfis de leitores: do especialista em exegese bíblica ao leigo”, disse o também jornalista, formado pela UNESP.

Um dos diferenciais apresentados é a maneira como foi tratado o desafio de traduzir o texto bíblico antigo escrito num contexto em que termos masculinos eram usados para se referir à humanidade em geral.  “Muitas vezes, embora o texto original empregue substantivos e pronomes masculinos, a intenção é que a mensagem seja aplicada tanto a homens como a mulheres. Levamos em consideração passagens em que o texto se aplica aos seres humanos ou à condição humana de modo geral. Por exemplo, uma tradução literal de Provérbios 22.6 é: “Instrua o menino no caminho em que deve andar, e, quando for velho, não se desviará dele”. Traduzimos: “Ensine seus filhos no caminho certo, e, mesmo quando envelhecerem, não se desviarão dele”.

A NVT é um esforço coletivo envolvendo grandes especialistas nacionais que, ao longo de seis anos, dedicaram-se a produzir essa nova tradução das Escrituras. Estevan Kirschner (Coordenador do Doutorado em Ministério do Seminário Teológico Servo de Cristo. Mestre em Interpretação Bíblica e Ph.D. em Novo Testamento pela London School of Theology na Inglaterra) foi o coordenador geral, após o falecimento do idealizador do projeto, o professor Carlos Osvaldo Cardoso Pinto (1950-2014).

Kirschner mostrou diferenças textuais em alguns versículos bíblicos, explicando a metodologia aplicada para se chegar a uma clareza surpreendente. E explicou alguns dos critérios adotados. "Quando, por uma questão de clareza, a NTV traduz de forma dinâmica uma frase difícil ou que pode causar confusão, geralmente acrescentamos uma nota de rodapé, permitindo que o leitor veja a fonte literal de nossa tradução dinâmica e como ela é relacionada a outras traduções mais literais. Por exemplo, em Lucas 14.15, traduzimos a expressão literal “comer pão”, do grego, como “participar do banquete” para esclarecer essa expressão que se refere a uma refeição mais ampla, e não unicamente de pão. Acrescentamos, então, uma nota de rodapé: “Em grego, comer pão”.

O encontro permitiu que os participantes fizessem perguntas aos convidados. Assim, respondendo a um graduado da FTSA, Mark Carpenter mostrou que a NVT também está disponível em todas as plataformas digitais e pode ser lida em smartphones e tablets. “Também fechamos uma parceria inédita com uma Livraria secular, onde o texto foi transformado numa edição inovadora. O Livro da Vida em três volumes, não tem as indicações de capítulos e versículos, permitindo que a Bíblia seja lida como um romance ou livro histórico. Uma forma de colocar a bíblia acessível a todos os perfis de leitores”.

Para saber mais sobre a NVT acesse o site oficial da editora