O ano de 2015 foi marcado por uma ação global que instituiu os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, os ODS, e 169 metas, para erradicar a pobreza e promover vida digna em todo o planeta. Os mais de 190 países membros da ONU – Organizações das Nações Unidas se comprometeram com o documento “Transformando o Nosso Mundo: A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”.

Os ODS são uma continuidade dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, um processo que começou com a Conferência Rio+20. A ideia é mobilizar governos, empresas, sociedade civil, para metas claras que busquem “melhorar a vida das pessoas, agora e no futuro”. São decisões que determinam o “curso global de ação para acabar com a pobreza, promover a prosperidade e o bem-estar para todos, proteger o meio ambiente e enfrentar as mudanças climáticas” (ONU, 2015). Para divulgar e incentivar o envolvimento de todos, foi criada a Plataforma Agenda 2030, onde você pode acompanhar notícias e conhecer melhor os objetivos.  

De acordo com o diretor acadêmico da Faculdade Teológica Sul Americana, Dr. Jorge Henrique Barro, a FTSA, como uma instituição de ensino superior (IES), não pode ficar fora disso.” Não apenas queremos um mundo melhor, mas entendemos que devemos ser partícipes na sua construção. A educação, e no caso da FTSA a teológica, possui um papel social e conscientizador na preparação de homens e mulheres que podem ser agentes de transformação”, explica. Além disso, a instituição é protagonista na produção de um livro sobre IGREJA & ODS, organizado pelo professor Barro com vários autores da FTSA, que culminará com um Congresso (em breve divulgaremos as informações).

O tema também será alvo de debates e reflexões durante a XV Semana de Estudos da FTSA nos próximos dias 8 a 11 de outubro. Trata-se de um evento tradicional da faculdade que reúne estudantes, teólogos e líderes para uma imersão acadêmica. A entrada é franca e podem participar estudantes de outras instituições. O Dr. Jorge Barro será preletor durante a Semana de Estudos, mas, já adiantou um pouco de sua tese: igrejas e teologia devem se comprometer com os ODS.

Veja a seguir trechos de sua entrevista concedida ao Departamento de Comunicação:

Por que é relevante associar teologia com ODS?
Jorge Barro - Porque a Teologia está a serviço da vida! O projeto de Deus para a humanidade não é provisório, mas sustentável. Deus não fez as coisas e nem as pessoas para serem descartáveis, mas sim duradouras e sustentáveis. O pecado é que trouxe morte para as relações. Deus projetou o ser humano para ter relacionamento pessoal e íntimo com Ele, com seu próximo, consigo mesmo e com a natureza. O ser humano é um ser responsável e seu compromisso deve ser com essas relações. É necessário lembrar que “Deus amou o mundo” (Jo 3:16).

Na sua opinião, como a igreja pode se envolver com as metas ODS?
Jorge Barro - Comprometendo-se em amor com o que Deus se compromete e ama! As 169 METAS dos 17 ODS estão voltadas para que o mundo seja cada vez melhor. A igreja é serva de Deus e Sua missão. É um contrassenso a igreja não amar o que Deus ama e ignorar o que Deus não ignora. Deus ama o mundo (enquanto Sua criação) e a igreja é um instrumento de Deus por amor ao mundo. Cada igreja deveria estudar os 17 ODS e cada uma das 169 METAS para discernir como pode atuar, à luz de suas capacidades, e se perguntar de que modo pode ser ativamente partícipe na construção de um mundo melhor. Isso certamente será um testemunho concreto e visível de que ela se importa com o “aqui” e “agora” enquanto uma comunidade de Jesus que deve viver entre o “já” e “ainda -não” do Reino de Deus.

 

Para saber mais baixe a Cartilha Agenda 2030>>

Vídeo Institucional da Agenda 2030>>

Texto da redação com informações da ONU