A vida nos “pregou uma peça”

Quem eu quero ser durante a crise…?
15 de maio de 2020
Fadiga da pandemia
9 de setembro de 2020

A vida nos “pregou uma peça”

REFLEXÃO – Em tempos de coronavírus – 

Falamos que a vida tem mania de pregar peças quando as coisas acontecem diferentemente do que planejamos. Talvez pudéssemos pensar assim isso no começo dessa pandemia, mas, porque não aproveitar para trocar os óculos que estávamos enxergando a vida para percebermos também as outras coisas que foram “pregadas” em nós?

A vida pregou em nós a necessidade de estarmos em casa, e olhar para aquele canto sujo e bagunçado que sempre era deixado para depois e que pode ser organizado agora.

Pregou em nós a necessidade de pensarmos em nosso papel, no bem-estar de todos e na saúde do próximo, nesse momento de restrição do contato físico até mesmo com as pessoas que mais amamos. Nos ensinou que os laços, com familiares e amigos, podem ser mantidos por outras vias como vídeos e jogos online.

Pregou em nós a necessidade de nos reinventarmos com o trabalho home-office e assim também descobrir aplicativos para reuniões, de edição de documentos online, agendas compartilhadas, gerenciadores de tarefas etc.

Pregou em nós o alto reconhecimento por aqueles profissionais que fazem da sua profissão uma verdadeira vocação em servir ao próximo, cuidando da saúde, da limpeza, da entrega, dos alimentos…

Pregou em nós a necessidade de reconhecer que a vida é efêmera e que o tempo passa rápido demais para deixar para depois o convite, o abraço, o elogio, a solidariedade, o bom-humor, o tempo com os filhos, o tempo com os pais…

E já que ela “pregou” tantas coisas, desejo que você saia desse momento cheio de pregas… Coloridas, empáticas, esperançosas, solidárias e possa espalhá-las por onde for.

Gracielly Terziotti de Oliveira
Psicóloga – CRP 08/20237
Especialista em Neuropsicologia
Mestre em Psicologia – UEL
Coordenadora da Especialização em Neuropsicologia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *