Mulheres na Teologia

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, no dia 8 de março, aconteceu no Instituto Djanira e Polo Rio da FTSA o Fórum Académico “Mulheres na Teologia”, realizado na manhã do dia 7 de março, com a presença da professora Vanessa Carvalho de Mello da Cunha Pereira (FTSA-Londrina).

Desde 2017, é pesquisadora sobre temas de Mulher, Teologia e Sociedade na instituição, por meio de projetos de pesquisa e de iniciação científica. Em sua trajetória, ela tem confirmado a presença de muitas mulheres que são dotadas, de modo especial, de uma intuição profunda sobre a vida humana, capazes de aconselhar, de incluir as dificuldades, de confortar, de propor saídas e de confirmar a fé de muitos. Essas mulheres sabem explicar passagens bíblicas, a partir de suas vivências e respondem as questões dogmáticas simplificando-as e colocando-as na sua realidade existencial.

Esse modo de fazer teologia a partir da mulher, que seria um empecilho para o fazer teológico mais acadêmico, não se constitui em impedimento para o exercício deste Ministério – do ministério de “produzir teologia”. Este fazer é sapiencial, brota do chão da vida, é recebido como dom de Deus e entregue ao próximo como dom. Além disso, “quando falamos sobre as mulheres que produzem Teologia na América Latina, estamos falando de um fazer teológico “rebelde”, rebelde porque nasce de uma geração de mulheres com anseio de libertação, algumas delas com uma história de luta contra regimes militares, outras delas de mulheres que herdaram a tradição das diversas lutas sociais”, diz Vanessa Carvalho.

A teologia feita pela mulher latino-americana é uma teologia que alcança a dimensão sagrada da vida a partir do sofrimento das mulheres e das suas lutas por libertação, sobretudo pela libertação de um regime socioeconômico opressor. As mulheres na Teologia falam do feminino de Deus – Ruah, Aquele que habita em corpo e mente de mulher, que sonha com encontrar dignidade, igualdade e equidade entre todos os seres humanos!
O evento também contou com a participação de alunas/os do Polo Rio e com as debatedoras: Rebecca Maciel, Priscila Reis e Fabíola Oliveira; Fabíola é pedagoga e aluna da graduação em Teologia EAD, no Rio de Janeiro.

Teologia para (Toda) Mulher
A FTSA também esteve representada em outro evento que colocou a mulher em destaque: A 3ª Edição da Roda de Diálogo – Teologia é coisa de (Toda) Mulher: Experiência de Fé Pública, realizado no Auditório da Prefeitura Municipal de Londrina, no dia 7 de março, com a teóloga, graduada e colaboradora da FTSA, Sueli Aparecida Silva. Sueli trabalhou na educação teológica e também em trabalhos sociais; desenvolve projeto de investimento acadêmico com jovens negras, primeiramente, que não têm condições de custear um curso de aprimoramento profissional e mulheres estudantes de teologia.

Dentro de muitos contextos religiosos, a teologia é frequentemente vista como “algo” abstrato e teórico “feito” por outras pessoas, normalmente um grupo de elite. Porém, quando afirmamos que Teologia é coisa de mulher e propomos uma roda de partilha sobre as experiências de fé pública e plurais (de cada mulher conforme sua crença) estamos primeiramente reafirmando que o conhecimento teológico, baseado na experiência humana, é de extrema importância e que muitas mulheres tem feito, mesmo sem saber, uma Teologia Prática – na prática.

A raiz da palavra “prática” é práxis, a ação. A proposta do bate papo foi abarcar mulheres que desenvolvem suas teologias, enfatizando a pluralidade das experiências de fé, com espaço de fala e partilha.

 com texto de Vanessa Carvalho de Mello – Docente da FTSA